domingo, 29 de junho de 2008

Clama

Ruiram! Eram duas pernas grandes, de altura e finura inimagináveis, que pisavam sem preocupar em pisar em ovos, esmagá-los, ter seu interior grudado nos pés nus. Deram passos por cima e a cada passo eles tocavam os céus com as pontas dos pés e de lá espantavam os anjos do Senhor que dali olhavam tudo e quando isto acontecia, eles espantados em si mesmos, duvidavam incrédulos do que viam ser escrito, marcado - rastros no coração de outros - no chão, piso lustrado para um casamento, que refletia a glória do céu aqui na terra. Caído, não viu que o sol, durante o dia, que não via ou o frio, que durante a noite, não sentia, eram obras dos anjos que o guardavam. Ordem do alto. Do altíssimo. E então descansou sob a sombra.Do Altíssimo.

Nenhum comentário: