sábado, 28 de junho de 2008

Sementeira

Hoje, enfim, cairam as primeiras gotas.
Escorreram com dificuldades enormes, terreno rachado.
Face ocultada, não vista por você.
Preciso de água em minha terra.
Quero plantar algo aqui, que eu possa tocar.
Sem levantar da minha varanda, carinho.
Olhar e contar de pertinho.
Sem machucar, sem doer, sem espetar.
Sementeira é meu coração.
Vem colocar sua plantinha aqui, vem?

Nenhum comentário: