quinta-feira, 3 de julho de 2008

Eu sei que não é nada disso, meu amor. A ausência de sua cor em minha lente me deixa tonto, triste, desamparado. Você já notou que a cada momento ficamos mais lúcidos? Há, há! Quem dera. Sério agora, já notou que eu nada sei? E você não me enxerga, não me ouve e nem fala nada? Lembrei dos 3 macaquinhos... Há, há, há. Queria muito que fosse oficial esta forma de falar; falo, falo e falo pelos cotovelos, pela net etc. A força acaba. É isto que queres? Qualquer pessoa pode ser assim, acredite. Estou cansado de tudo. Não é somente cansado de te falar sem saber se você escuta. Meu bem dos outros, foi um acidente como aconteceu. Mas o quê aconteceu não foi acidente. A necessidade era minha. E continua sendo.

Nenhum comentário: