quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

inacabando

Como terminar qualquer coisa que escrevo?
Não quero desligar como se apaga uma luz ao sair do quarto.
Afinal sei que vou voltar para lá.
Então deixo a luz acesa e eu sempre volto,
e olho para dentro dele e me pergunto:
- o que vim fazer aqui mesmo, o que eu estou procurando?

Um comentário:

Nayara .NY disse...

Claridade em tempos fechados
Onde toda sombra vira luz
São vidas escritas
Inspiradas e sentidas
E não há nada
Senão o simples retorno
A simples partida