sábado, 9 de maio de 2009

ah! portugal... faltam poucos dias...

Amália Rodrigues
Composição: Artur Ribeiro - Ferrer Trindade

Não queiras gostar de mim
Sem que eu te peça
Nem me dês nada que ao fim
Eu não mereça

Vê se me deitas depois
Culpas no rosto
Isto é sincero
Porque não quero dar-te um desgosto

De quem eu gosto
Nem às paredes confesso
E até aposto que não gosto de ninguém
Podes sorrir, podes mentir, podes chorar também
De quem eu gosto
Nem às paredes confesso

Quem sabe se te esqueci
Ou se te quero
Quem sabe até se é por ti
Por quem espero

Se eu gosto ou não, afinal
Isso é comigo
Mesmo que peças
Não me convences,
Nada te digo

De quem eu gosto...

5 comentários:

Luna Sanchez disse...

Ô, vontade! Rs

=)

ℓυηα

Dica disse...

Amalia!

É linda em todos os sentidos.

Talita Prates disse...

Huuuummmm, POrtugal? Delícia, hein!!!

Ow, ei:
Tem um selo pra vc no meu blog. Não sei se você usa... foi o primeiro que recebi... Quando soube que tinha que indicar outros blogs, o teu foi um dos primeiros de que lembrei!
Bjooo e Paz.

Humana disse...

A grande Amália Rodrigues!
Este fado tem uma musica e letra maravilhosos.
Fiquei curiosa, vens a Portugal?
Beijinhos Marcos

Carola Guimarães disse...

Não gostar de ninguém?! ;P
Quando se gosta de alguém... ahh... é uma coisa q não se confessa... mas é uma coisa que é tranparente a ponto de q tds saibam!