segunda-feira, 13 de julho de 2009

posso?

Suspiro calada, sonhando acordada enquanto não durmo.
Durmo sonhando para acordar suspirando enquanto tento calar.
Calo enquanto tento falar o quanto te amo.
Te amo para falar o tanto que não posso.
Não posso te amar calada enquanto tento falar que não posso...
Posso não falar o quanto te amo enquanto tento pensar.
Penso em calar enquanto... sei que não deixo de te amar.
Mas enquanto te amo te falo, o tanto.


(de uma mulher, para um homem - lógico!)

Um comentário:

Luna Sanchez disse...

Dança de palavras é algo tão convidativo...

Beijo,

ℓυηα