quinta-feira, 3 de junho de 2010

quero...

não quero angustia.
quero expectativa, quero possibilidades, quero pequenos enganos, grandes surpresas, belas descobertas...
por isto fujo quando encontro a realidade pasmaceira, crueza sem saída.
quero o olhar desconfiado, o cabelo desarrumado, a roupa rasgada, suspiros escutados.
calo-me diante da boca.
seu nome eu digo, aos poucos...

2 comentários:

Cristal - a louca. disse...

Vim aqui ver se tinha algo novo, adorei o novo lay.

Beijundas :)

Carola Guimarães disse...

Uau, me arrepiei!