sábado, 9 de junho de 2012

há tempos

Há quanto tempo, tenho o tempo todo em minhas mãos.
Eu tenho os sonhos, e os pensamentos juntos aos seus.
Amando te amar, eu consigo ver quem sou.
Admirando seu modo de ver, eu sou um ser.
Ao mesmo tempo que que você, eu quero ir, aonde a estrêla brilha.

Nenhum comentário: