terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Onde?

Não. Eu não sei mentir na maioria do tempo.
Eu não sei também reagir a uma crítica. E também com elogio eu não combino.
Quero consertar as pessoas. Não porque acho que a forma delas é errada
em si. É uma sugestão para que tenham uma vida talvez melhor.
Sou louco. Sempre fui chamado de menino maluquinho e nunca soube bem o
porque disso.
Queria ter certeza do que falo, do que prego. E aquilo que acredito,
repito mil vezes, quem sabe assim acontece uma hora?
Olhei muito longe. Tentei me explicar, me mostrar.
Leio, em todos os cantos; pintadas nas paredes, e-mails e frases ao
vento; que minha certeza não interessa.