terça-feira, 27 de setembro de 2011

apelido

parece a morte, mas é a vida chamando -me pelo sobrenome.
somente atendo pelo nome, ou pelo apelido.
mas sei que é comigo.
e isto me dá uma tristeza tão grande.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

mas

não ser mais,
ser mas.
                   sem ar.

não mais ter,
não ser.
                   mas.

não mais ser,
ser não.
                   ser.

ter mais,
mas não ter.
                  mais.



domingo, 25 de setembro de 2011

Clair et rapide amour


Eau qui se presse, qui court —, eau oublieuse
que la distraite terre boit,
hésite un petit instant dans ma main creuse,
souviens-toi!


Clair et rapide amour, indifférence,
presque absence qui court,
entre ton trop d'arrivée et ton trop de partance
tremble un peu de séjour



[CipoJoaoEster+27901+(640x427).JPG]

R. Maria Rilke

Água que se apressa, que corre, — água esquecida
que a distraída terra bebe,
espere um minuto na concha da minha mão,
recordação!

Claro e ligeiro amor, indiferença,
quase ausência indo embora,
entre tanto chegar e tanto partir
treme tua pouca demora.

Felicidade - Marcelo Jeneci

Haverá um dia em que você não haverá de ser feliz.
Sem tirar o ar, sem se mexer, sem desejar como antes sempre quis.
Você vai rir, sem perceber, felicidade é só questão de ser.
Quando chover, deixar molhar pra receber o sol quando voltar.
Lembrará os dias que você deixou passar sem ver a luz.
Se chorar, chorar é vão porque os dias vão pra nunca mais.
Melhor viver, meu bem, pois há um lugar em que o sol brilha pra você.
Chorar, sorrir também e depois dançar, na chuva quando a chuva vem.
Melhor viver, meu bem, pois há um lugar em que o sol brilha pra você.
Chorar, sorrir também e dançar.
Dançar na chuva quando a chuva vem.
Tem vez que as coisas pesam mais do que a gente acha que pode aguentar.
Nessa hora fique firme, pois tudo isso logo vai passar.
Você vai rir, sem perceber, felicidade é só questão de ser.
Quando chover, deixar molhar pra receber o sol quando voltar.
Melhor viver, meu bem, pois há um lugar em que o sol brilha pra você.
Chorar, sorrir também e depois dançar, na chuva quando a chuva vem.
Melhor viver, meu bem, pois há um lugar em que o sol brilha pra você.
Chorar, sorrir também e dançar.
Dançar na chuva quando a chuva vem.

sem poesia

não é fácil dizer sem poesia.
antes tudo era.
antes tudo, ela.
os móveis limpos...
não consigo.
não sem poesia.

sábado, 24 de setembro de 2011

colagens do caminho


Sometimes we want more than can be to each other,
I feel no echo time,
and the day we need to discuss something really important?
Will yell at me until I run out? Or will be hitting the whole house?
Did you ever wondered if that's what you want?
That will be interested in these things?


"What is the difference between here and the future?
Because everything will be different? "
Is only to be beautiful because it is not reality,
tired of being the annoying person in the relationship,
that is disappointed that the charges and calls to talk,
is not good to feel afraid of who you love, baby!
It and the days pass,
i'm not going to work.


Everything is long gone,
we can only keep moving,
together ourselves.




Is easy to talk alone,
The hard part is listening here,
know that there are long gone,
i have read this in several places.






Everything is long gone,
we can only keep moving,
of ourselves together
não tenho certeza se fui.
de certo tenho que achei ser.
mas o melhor é do outro lado,
que já não tem que ter dúvidas.

aonde fica o meu melhor?
quem, além de mim, sabe onde está?
não quero minha companhia,
hoje não.


quarta-feira, 21 de setembro de 2011

gasolina

ele chegou e a viu com uma lata de gasolina na mão e na outra, fósforos.
olhou em volta e viu três ou quatro caixas de papelão.
reconheceu seus livros e outras coisas.
olhou para ela e pensou em perguntar "onde está o disco do pixinguinha?"
antes que dissesse, percebeu seu olhar blasé.
ela disse:
- você vai falar alguma coisa?

sábado, 17 de setembro de 2011

lembrei

- quando começamos a nos falar...
- o que?
- quando começamos, eu prestava tanta atenção no que você falava que...
- que...?
- eu ficava meio dopado, sabe?
- como assim?
- eu me sentia meio na lua...
- sentia???
- vem cá...vem...
- vai molhar do lado de fora...
- não tem problema, me dá um beijo.
- tá molhando o chão...
- ahan... você pisa com o pé molhado também...

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

pra não dizeres

eu dizer que amei?
eu dizer que sonhei em você?
eu dizer que nao há, sem você?
eu desdizer o que já disse?
eu dizer não consigo pensar?
eu, não conseguir dizer?
eu dizer não quero?
eu dizer, não mais?
eu te dizer?
pra não dizeres, não direi




body and soul


My heart is sad and lonely

For you I sigh, for you dear only
Why haven't you seen it?
I'm all for you body and soul
I spend my days in longing
And wondering why
It's me you're wronging
I tell you I mean it
I'm all for you body and soul
I can't believe it
It's hard to conceive it
That you'd turn away romance
Are you pretending?
Looks like the ending
Unless I could have one more chance to prove
Dear, my life's a wreck you're making
You know that I'm yours for just the taking
I'd gladly surrender body and soul

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

não tenho nada pra dizer
tenho para tentar entender, ou não.
sabe quando você não sabe de nada?
não entende nada?
nada!???
pois é...
nem eu....mesmo!

domingo, 4 de setembro de 2011

olhei-me

passei rápido pela porta passei-a.
sequei o corpo e sequer.
falando falei ouvir-me.

olhei-me e não me vi.