sábado, 17 de novembro de 2012

Ouço

Ouça.
Eu ouço.

Há muito, eu ouço.
Acabou.
Seu, não o meu.

Ouço.
O meu.
Não o seu.

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

sguenis qualquer

é somente lá onde você se encontra que eu te vejo.
não te vejo  mais aqui, nem ali.
apenas onde você se vê.
e me vejo, pelos olhos de outros.
e vejo que o que você vê pode ser aquilo.
e me sinto distante de você.
onde você se esconde, onde os outros te vêem.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

E mais

Queria ter as portas fechadas, travessas nelas passadas.
Queria ter o vento soprado, atravessado os ouvidos.
Quero ter o pouso suave, a sustentação de meu peito.
Quero ser o verso, a calma, a admiração sem pressa nenhuma.
Quero apenas uma, uma minha,
sua calma.
Quero o susto viver, e virar-me,
e te ver.
Quero apenas tudo do nada, nada.
E mais.

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Di Ester

a paisagem

vou dizer com siceridade
toda a verdade
da minha garagem
vejo uma linda paisagem

vejo uma fazenda
que esta a venda
irei comprar
e vou adorar

lá o campo
e um encanto
e tao tranquilo
ficar sozinho

com a natureza
que me encanta
com sua beleza

sábado, 9 de junho de 2012

há tempos

Há quanto tempo, tenho o tempo todo em minhas mãos.
Eu tenho os sonhos, e os pensamentos juntos aos seus.
Amando te amar, eu consigo ver quem sou.
Admirando seu modo de ver, eu sou um ser.
Ao mesmo tempo que que você, eu quero ir, aonde a estrêla brilha.