sexta-feira, 4 de julho de 2008

Cansei. Suas armas estão quase me vencendo. O exposto, a fatura é demasiado demais. O som estridente da sua eloqüencia, de sua recusa em descobrir-se me tiram o dom, o sabor e prazer em dizer-me seu.

Nenhum comentário: