terça-feira, 21 de abril de 2009

brincando

diria em teus olhos
se o olhar estivesse tão perto

teus dedos estão no meu espaço
toque-me

com palavras surreais
rápido que esta fase passa.

7 comentários:

Madame Morte disse...

Rápido como gravidade e contundente como socos na barriga.Amor não passa de orifícios.

Codinome Beija-Flor disse...

"rápido que esta fase passa"
Simplesmente fantástico.
Perfeita forma de "brincar" com as palavras.
Li, reli (vou levar o que refleti).
Abraços

Cleyton disse...

Tão bom. Tão bom. Me ensina essa coisa de escrever?

ParadoXos disse...

devagar... pra melhor escutar a imagem que me diz o teu poema...

rápido como a vida


- mas... devagar pra melhor saborear cada palavra tua, cada olhar tão perto...


este, acreditem (todos que têm o privilégio de aqui passar...) acreditem que é um blog obrigatório!!



abraços

Pedro disse...

teu blog é meio iillógico neh?
Gostei dele ^^

Filipe M. Vasconcelos disse...

Como dizia Chaplin,
"Se tivesse acreditado na minha brincadeira de dizer verdades, teria ouvido verdades que teimo em dizer brincando"...
Que belo poema meu caro!!
Parabéns..!!

iilógico disse...

Madame Morte: ótimo seu comentário. orifício... o que mesmo? rs

CBF: me conta vai...

Cleytudos: já te respondi né? eu que vou lá pra beber do seu...

ParadoXos: sem palavras homem. seus textos são tão fantásticos que deveriam ser conhecidos por todos que trafegam aqui pelo iilógico... você é que é OBRIGATÓRIO para quem quer ler um texto totalmente diferente de tudo que anda lendo.


Pedro: obrigado. lógico!


Filipe: obrigado. suas visitas são poucas...sinto falta...