quinta-feira, 9 de julho de 2009

como você?

beijo-te novamente à beira da janela,
em seu quarto.
amo-te loucamente no fio da linha,
aqui e ali.
foi quando tive seu corpo entre o meu,
o meu no seu espaço.
encosto-me em seus seios em breve,
brevemente espero.
minha, quero mansamente suas mãos,
em mim, seu.
troco suores solitários,
pelos seus solidários aos meus.
andei em volta de suas palavras,
escolhi segui-las.
e agora eu sinto,
muito.

Um comentário:

Luna Sanchez disse...

Que delícia essa parte da cumplicidade dos suores...ui!

Beijo,

ℓυηα