sábado, 4 de julho de 2009

fome

Eu tenho isto em mim. Esta coisa inexplicável. Um sentimento que vem e vai.

Às vezes sinto como se o passado não fosse possível ter vivido.

A saudade é tão grande, tão forte a força com que vem, que literalmente o coração para.

Às vezes o querer é demais.

É querer uma tarde calorenta, suor de sexo, de paixão, de não querer saber se outro dia vem.

Ou se outra tarde se foi.

Tardes silenciosas com olhares cúmplices com motivos iguais em tudo.

Fome.

2 comentários:

Carola Guimarães disse...

Esse vazio por dentro, fome. ;P

Ei... me responde o q comentei em "papos"... (x

;*

Ana P. disse...

Eu já estou enfrentando um problema de querer de menos... e aí comofas? Pq não existem lembranças nem saudades, existe apenas a vontade de um dia, talvez, viver.

Ou não. Mas né, fome não se explica.