quarta-feira, 30 de setembro de 2009

presença

eu, na verdade, não sofro com a ausência....
eu sofro é com a presença e portanto com a certeza de que você irá embora.
mas, meu amor, quando te vejo, tudo isto vai-se embora, tem que ir, para que eu tenha tudo, em tudo com você.
sou e quero ser totalmente seu para que nada mais importe ou nos distraia.
para podermos ter tanto um para o outro que nada mais nos reste a nao ser,
ser do outro...totalmente

11 comentários:

Fernanda Fernandes Fontes disse...

Sofrer com a presença...hum...acho que acabo de entender o que sinto!

Bjs

Cristal - a louca. disse...

Hummm. interessante....

Beijundas ^^

Bela disse...

entrega, hummm, adooooorrrro
Abraços moço ;)

Carola Guimarães disse...

Eu estou vivendo um momento parecido! :D

i ILÓGICO disse...

FFF: e eu? que faço com minhas descobertas. cubro e guardo tudo aqui né?

cristal: eu? também acho... e ó, muito...rs

bela: dá pra ser diferente não, dá não...

carola: ai, ai... rs

AFRICA EM POESIA disse...

i ilógico
o tempo é um grande sábio ele controla-nos mesmo que nós não queiramos...

temos que o saber gerir...o melhor possível


um beijo

Ira Buscacio disse...

A presença é sempre um risco, mas que adorável precipício...

Adorei seu espaço. Vou segui-lo!

Bj

Talita Prates disse...

Quanto lirismo, 'Cos.
Tá lindo!

Um bjo,
e boa semana.

Ira Buscacio disse...

Carlos,

Que bom q gostou... agora vamos trocar figurinhas poéticas.
Quanto a Adélia... confesso, que conheço pouco, mas sempre há tempo.

Boa semana. bjão

Sonia Schmorantz disse...

Obrigado por retornar as visitas!
Um abraço e ótima semana

Cleyton Cabral disse...

Que lindo, pai. Pois é, vc anda muito ausente. E tá bem, tá? Manda e-mail. Ah, vai conhecer Betina no blog das 30 pessoas: www.blogdas30pessoas.blogspot.com
Escrevo lá todo dia 05. Abs