domingo, 27 de dezembro de 2009

*tanta

sabe o que eu queria?
queria, não passar frio, queria é sentir o frio.
sem coberta, sem casaco, sem edredon.
queria sentir fome, sem ter onde comer.
queria sentir tanta sede que a garganta secasse.
que eu não soubesse quando voltaria a ter água.
eu queria sentir!

2 comentários:

Talita Prates disse...

queria,
mesmo?

"parei" (como se a gente parasse mesmo, né?!) pra pensar...
acho que sou covarde.

bjo.

Filipe M. Vasconcelos disse...

Nada como desejar vivenciar os limites humanos.. a proximidade do fim... Hoje, percebo que nunca senti fome, tudo o que senti foi mero apetite...
Ótimos escritos, meu amigo!!